Neptune Warriors Lda
Shark's Training - Peniche & Baleal, Portugal

Treinador de Surf Grau 2

Datas:  01 de Abril 2022 a 16 de Maio de 2022 

Preço: 1050€ (950€ para quem fez o grau 1 com a Sharks Training)

               750€ Específica e estágio (quem tem equivalência á componente geral)

               345€ Só estágio (quem tem equivalência ás componentes geral e específica)

Duração: 120 horas + estágio (minimo 6 meses, 1 época desportiva)

A formação será online, assíncrona com acompanhamento por tutor e sessões presenciais a combinar. O curso vai se realizar em três fases, componente geral seguida de componente especifica e estágio.

Local de Realização: Sharks Lodge e boss.sharkstraining.com
Distrito: Leiria
Concelho: Peniche

Diretor de Curso: Ricardo Cabrita
Coordenador: Nuno Saraiva

Regulamentos, Referenciais de Formação

Regulamento de funcionamento da atividade formativa Sharks Training

Regulamento de Formação do Curso de Treinadores

Referenciais de Formação Geral Grau 2

Referencial Surf Grau 2 

Regulamento de Estagios Surf Grau 2 IPDJ  

CONDIÇÕES DE ACESSO DOS CANDIDATOS AOS CURSOS DE TREINADORES
Cursos de Treinadores Grau I Surfing
1. Idade mínima de 19 anos.
2. Escolaridade obrigatória (em função ano de nascimento do candidato).
3. Ser possuidor de CTD de Grau I.
4. Possuir pelo menos um ano ou uma época desportiva com duração mínima de seis meses de exercício efetivo da
função de Treinador de Grau I (excepto situações previstas na lei).

Lista de pré-requisitos específicos:

Requisitos específicos de acesso ao Curso de Treinadores a cumprir pelos candidatos:
Para ter acesso ao curso é necessário comprovar cumulativamente:
1. Comprovar o exercício de 1 ano de prática como treinador de surfing, depois de estar na posse do TPTD de Grau I.
a. A comprovação do exercício da função é feita através do documento identificador do local, onde exerceu a prática como treinador, emitido
por parte da entidade empregadora, devendo este ser assinado pelo diretor técnico dessa entidade, sendo válido apenas e quando este
tiver Grau II Treinador (ou Grau I com autonomia no período de transição).
2. Comprovar a capacidade física e técnica para salvamento no meio aquático, feita de forma optativa, através de uma das seguintes opções:
a. Documento emitido pela Instituto de Socorros a Náufragos (título de Nadador Salvador para o decorrente ano);
b. Aprovação na prova efetuada pela FPS/Entidade formadora, a pedido do candidato;
i. Caracterização da prova:
(1) Teste prático em piscina de 25 metros, com zona mais funda com um mínimo de 2 metros de profundidade. Realiza em piscina 100
metros em nado ventral em menos de 2’50”.
(2) Realiza em piscina 400 metros em nado ventral em menos de 9’30”.
(3) Recolhe sem equipamento adicional, 3 objetos submersos a uma profundidade de 2 metros afastados cerca de 2 metros entre si.
(4) Em propulsão subaquática realiza 20” de apneia.
(5) Demonstra uma técnica de salvamento.
3. Comprovar a capacidade técnica para prática do surf, feita de forma optativa, através de uma das seguintes opções:
a. Documento emitido pela FPS comprovando o ranking de surfista federado, pelo menos durante 5 anos;
b. Aprovação na prova efetuada pela FPS/Entidade formadora, a pedido do candidato;
i. Caracterização da prova:
(1) Ponto de partida na praia;
(2) Com prancha de surf;
(3) Deslocamento controlado na água, respeitando as correntes, passar a rebentação até chegar ao line‐up;
(4) Realizar num máximo de 10 minutos, duas ondas pontuáveis;
(5) Deslizar para a direita ou para a esquerda, realizando no mínimo dois bottom turns e dois top turns, terminando a viagem na onda de
uma forma controlada (sem cair);
(6) Regressar à praia.
ii. Condições especiais de realização da prova:
1. Material a utilizar é da responsabilidade do/a candidato/a.
iii. Avaliação (processo e critérios):
A prestação não pode evidenciar erros técnicos graves, de acordo com critérios de julgamento, para competições oficiais;
iv. Perfil do avaliador:
1. Treinador com TPTD de Bodyboard Grau II, ou superior; ou
2. Juiz da FPS nível A ou B